screen


Novo E-Book Gratuito!!!

Prof. Mauro Calil e especialistas ensinam como organizar as suas finanças e não perder mais nenhuma oportunidade no Brasil de Hoje.

Dizem que o dinheiro não traz felicidade. Mas a falta dele faz muita gente infeliz.

Neste e-book gratuito os especialistas da Academia do Dinheiro trazem de maneira simples e eficaz os 8 elementos com os quais qualquer pessoa pode aumentar seu enriquecimento, autonomia financeira e os rendimentos em suas aplicações financeiras.

Saiba o que o conteúdo do e-book pode fazer por você:

  • Organização do seu orçamento com um plano para seus investimentos!

  • Importância do montante, prazo e objetivo dos seus investimentos!

  • Um e-book produzido por uma das maiores referências em Educação Financeira do Brasil!

  • Os Melhores Investimentos no Brasil de Hoje!

  • Vantagens e Desvantagens dos Investimentos em Renda Fixa e Renda Variável!!!

Baixe o e-book gratuitamente e faça parte da nossa lista VIP de alunos e receba informações e dicas relevantes sobre Finanças Pessoais

afiliados

Mauro Calil

Prof. Mauro Calil, palestrante e consultor, iniciou no mundo dos investimentos aos 11 anos de idade. Com mestrado pela USP tem uma rara certificação de especialista em investimentos (CEA-ANBIMA), além de dois livros publicados na área de finanças pessoais. o Prof. Mauro Calil também é colunista do Portal Exame e da Record News e fonte constante da mídia especializada.

Seu maior orgulho é saber que grande parte de seus alunos atingiu a independência financeira em espaços curtos de tempo (2 a 5 anos) . E todos aqueles que aplicaram os conhecimentos transmitidos aumentaram em muito seu patrimônio pessoal e sua rentabilidade nos investimentos.

Autor muito didático cria frases de impacto que são citadas por muitas pessoas do mercado financeiro como:
"Não é o dinheiro que traz felicidade, mas sim a falta dele que traz tristeza"
"Cunhado sempre sabe o que fazer com o seu dinheiro, mas não com o dele"
"O grande drama financeiro da vida não é levar dinheiro para o caixão, mas sim não ter dinheiro pra comprá-lo"